Facebook Twitter
Logomarca: Canela de Velho

Anemia: Sintomas de anemia, tipos, causas e prevenção

A anemia é a falta de glóbulos vermelhos necessários no sangue para transportar adequadamente o oxigênio as células do corpo. A redução dos glóbulos vermelhos reduz o fluxo de oxigênio para os órgãos. Isso pode levar o corpo aos sintomas de fraqueza e cansaço. Existem muitas formas de anemia, cada uma com sua própria causa. A anemia pode ser temporária ou de longo prazo, e pode variar de leve a grave.


Anemia: Sintomas de anemia, tipos, causas e prevenção

Canela de Velho

A anemia é a falta de glóbulos vermelhos necessários no sangue para transportar adequadamente o oxigênio as células do corpo. A redução dos glóbulos vermelhos reduz o fluxo de oxigênio para os órgãos. Isso pode levar o corpo aos sintomas de fraqueza e cansaço. Existem muitas formas de anemia, cada uma com sua própria causa. A anemia pode ser temporária ou de longo prazo, e pode variar de leve a grave. As anemias podem ser causadas por uma alimentação carente em ferro, zinco, vitamina B12 e proteínas. A mais comum das anemias é a "Anemia Ferropriva" causada por deficiência de ferro. Estima-se que 90% das pessoas com anemia estejam ligadas a carência de ferro no sangue. O ferro é um mineral essencial ao corpo ele atua na formação dos glóbulos vermelhos e no transporte do oxigênio para todos os tecidos do corpo.

A anemia pode provocar fadiga, palidez, falta de ar, vertigem, tonturas ou batimento cardíaco acelerado. O tratamento da anemia vai depender do diagnóstico médico. Suplementos com ferro são indicados para suprir a deficiência deste mineral. Também podem ser prescritos suplementos com vitamina B. Em caso de perda de sangue, transfusões podem ser necessárias, ou ainda o uso de medicamentos para indução de formação de células sanguíneas. Algumas anemias podem ser evitadas quando se tem uma alimentação saudável e balanceada, rica em ferro, zinco, vitamina B12 e proteína.

Sintomas da anemia

Os sinais e sintomas da anemia variam a depender da causa da anemia: Eles apresentam:

  • Cansaço, fadiga ou fraqueza no corpo;
  • Pele pálida ou amarelada;
  • Batimentos cardíacos irregulares;
  • Dificuldade para respirar;
  • Tontura ou vertigem;
  • Mãos e pés frios;
  • Dor no peito;
  • Dor de cabeça.

No início, os sintomas são leves e a anemia pode passar despercebida. Os sintomas de anemia se fazem notar ou pioram a medida que a anemia se agrava. Se você está sentindo o corpo cansado e fadigado sem uma explicação qualquer, o ideal é procurar um médico. Mas, não pense que a fadiga significa anemia. Ela pode ter muitas causas. Só com exame de sangue, o hemograma, pode-se avaliar e identificar possíveis desordens, como anemia, infecções e até mesmo a leucemia (câncer no sangue). O hemograma identifica diversos componentes do sangue e mostra se estão em níveis normais ou não, como os glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e as plaquetas.

É com o hemograma completo que o médico pode diagnosticar a anemia. Esse exame de sangue não só avalia a anemia mais também outras doenças como o câncer no sangue. O hemoglama avalia as células que compõem o sangue, como os leucócitos (glóbulos brancos), as hemácias (glóbulos vermelhos ou eritrócitos), e as plaquetas.

A parte do hemograma que faz análise das hemácias é chamada de eritrograma. O eritrograma informa a quantidade das células sanguíneas e a qualidade das hemácias, informando se estão dentro do tamanho adequado ou com as quantidades recomendadas de hemoglobina no seu interior. Com dados informados no eritrograma o médico pode diagnosticar prováveis causas de uma anemia.

O hemograma completo serve para quê?

O hemograma serve para auxiliar diagnóstico e acompanhar a evolução de doenças que provocam alterações no sangue, como:

  • Anemias;
  • Inflamações;
  • Infecções bacterianas, fúngicas ou virais;
  • Distúrbios da medula óssea;
  • Câncer, especialmente leucemias ou linfomas;
  • Alterações nas plaquetas, como o seu aumento (plaquetose) ou diminuição (plaquetopenia).

O hemograma faz também o acompanhamento de situações que possam comprometer o funcionamento da medula óssea, como durante a quimioterapia. Além disso, o hemograma é útil para acompanhar doenças crônicas que apresentem a anemia ao longo da doença, como insuficiência renal, artrite reumatóide, insuficiência cardíaca ou doenças pulmonares.

Causas que provocam a anemia

Anemia é a falta glóbulos vermelhos necessários no sangue para transportar adequadamente o oxigênio para todas as células do corpo. A anemia acontece quando:

  • Seu corpo não produz glóbulos vermelhos suficientes;
  • O sangramento faz com que se perca glóbulos vermelhos mais rapidamente do que eles podem ser substituídos;
  • Seu corpo destrói por algum motivo os glóbulos vermelhos.

Qual a função dos glóbulos vermelhos

O corpo faz três tipos de células do sangue:

  • Glóbulos vermelhos para transportar o oxigênio para células do corpo;
  • Glóbulos brancos para combater infecções;
  • Plaquetas para ajudar a coagulação do sangue.

Os glóbulos vermelhos contêm uma proteína rica em ferro que dá ao sangue a sua cor vermelha, chamada de hemoglobina. A hemoglobina tem como função principal permitir que os glóbulos vermelhos transportem oxigénio dos pulmões para todas as partes do corpo e transportar o dióxido de carbono de outras partes do corpo para os pulmões, de onde serão exalados pela respiração.

As células do sangue, como os glóbulos vermelhos, são produzidas regularmente na medula óssea. Para produzir hemoglobina e glóbulos vermelhos, o corpo precisa de ferro, vitamina B12, folato e outros nutrientes dos alimentos que ingerimos.

Diferentes tipos de anemia e suas causas

  • Anemia por deficiência de ferro: Também chamada de anemia ferropriva. É a anemia causada pela falta de ferro no organismo. A medula óssea precisa do mineral ferro para produzir hemoglobina. Sem a quantidade de ferro adequado, o corpo não produz hemoglobina suficiente para os glóbulos vermelhos. As mulheres grávida devem ser suplementadas com ferro para prevenir uma possível anemia ferropriva. Esse tipo de anemia também é causada pela perda de sangue, como o sangramento menstrual intenso, úlcera, câncer e uso regular de analgésicos vendidos sem prescrição médica, como a aspirina. A "Anemia Ferropriva" por deficiencia de ferro, é o tipo mais comum entre todas as anemias, ela é responsável por 90% dos casos de anemia em todo mundo.
  • Anemia por deficiência de vitaminas: Além de ferro, seu corpo precisa de folato e vitamina B-12 para produzir glóbulos vermelhos saudáveis e em quantidades ​​suficientes. Uma dieta sem esses e outros nutrientes essenciais pode causar diminuição da produção de glóbulos vermelhos. Mas também, há casos, em as pessoas consomem bastante vitamina B-12, mas seus corpos não são capazes de processar e assimilar a vitamina. Isso pode levar a quadro anêmico por deficiência de vitamina, também conhecida como anemia perniciosa. Concluindo, então, essa anemia por deficiência vitamínica pode ser causada por alimentação carente em vitamina ou por algum problema da não assimilação de vitamina pelo organismo.
  • Anemia por doenças crônicas: Algumas doenças como câncer, doença renal, HIV / AIDS, artrite reumatóide, doença de Crohn e outras doenças inflamatórias crônicas podem interferir na produção de glóbulos vermelhos.
  • Anemia aplástica: Essa anemia rara, com risco de vida, ocorre quando o organismo não produz glóbulos vermelhos suficientes. Causas de anemia aplástica incluem infecções, a certos medicamentos, a doenças auto-imunes e a exposição a produtos químicos tóxicos.
  • Anemias associadas à doença da medula óssea: Uma variedade de doenças, como leucemia e mielofibrose, pode causar anemia, afetando a produção de sangue na medula óssea. Os efeitos desses tipos de câncer e distúrbios semelhantes ao câncer variam de leves a ameaçadores à vida.
  • Anemias hemolíticas: Este grupo de anemias se desenvolve quando os glóbulos vermelhos são destruídos mais rapidamente do que a medula óssea pode substituí-los. Certas doenças do sangue aumentam a destruição dos glóbulos vermelhos. Você pode herdar uma anemia hemolítica ou desenvolvê-la mais tarde na vida.
  • Anemia falciforme: Esta é uma condição hereditária e por vezes grave é uma anemia hemolítica hereditária. É causada por uma forma defeituosa da hemoglobina que força os glóbulos vermelhos a assumirem uma forma crescente anormal. Esses glóbulos irregulares morrem prematuramente, resultando em uma escassez crônica de glóbulos vermelhos.
  • Outras anemias: Existem várias outras formas de anemia, como talassemia e anemia malárica.

Fatores de risco para contrair anemia

  • Uma dieta carente de certos minerais e vitaminas como o ferro, a vitamina B-12 e folato aumenta o risco de anemia.
  • Distúrbios intestinais: Ter um distúrbio intestinal que afete na absorção de nutrientes pelo intestino delgado, como a doença de Crohn e a doença celíaca, pode ser um risco de anemia.
  • Menstruação: Em geral, as mulheres que não experimentaram a menopausa têm um risco maior de anemia por deficiência de ferro (por perda de sangue) do que os homens e as mulheres na pós-menopausa. Isso devido a menstruação causar a perda de glóbulos vermelhos.
  • Gravidez: A grávidez sem a suplementação de um multivitamínico com ácido fólico, pode causar na mulher um grande risco de anemia.
  • Condições crônicas como câncer, insuficiência renal ou outra condição crônica, é um fator de risco a anemia. Nestas condições há uma produção menor de glóbulos vermelhos no sangue.
  • A perda lenta e crônica de sangue como uma úlcera ou outra causa interna ao corpo pode esgotar o estoque de ferro do seu corpo, levando à anemia por deficiência de ferro.
  • Histórico familiar. Se sua família tem um casos de anemia hereditária, como anemia falciforme, você também estar sujeito a riscos maiores da doença.
  • Outros fatores. Uma história de certas infecções, doenças do sangue e doenças auto-imunes, alcoolismo, exposição a produtos químicos tóxicos e o uso de alguns medicamentos podem afetar a produção de glóbulos vermelhos e levar à anemia.
  • Idade. Pessoas com mais de 65 anos correm mais riscos de anemia.

Complicações provocadas pela anemia

Se a anemia não é tratada, a anemia pode provocar muitos problemas sérios a saúde, tais como:

  • Fadiga e cansaço intenso resultante da anemia é grave, deixa tão cansado que não consegue completar as tarefas diárias.
  • Complicações na gravidez. Mulheres grávidas com anemia por deficiência de folato podem ter maior probabilidade de apresentar complicações, como parto prematuro.
  • Problemas cardíacos. A anemia pode levar a batimentos cardíacos rápidos ou irregulares (arritmia). Quando você está com anemia, seu coração precisa bombear mais sangue para compensar a falta de oxigênio no sangue. Isso pode levar a um aumento do coração ou insuficiência cardíaca.
  • Morte. Algumas anemias hereditárias, como a anemia falciforme, podem ser graves e levar a complicações potencialmente fatais. Perder muito sangue rapidamente resulta em anemia aguda e grave e pode ser fatal.

Como fazer prevenção da anemia

Faça uma dieta rica em vitaminas: Muitos tipos de anemia não podem ser evitados. Mas anemia por deficiência de ferro e anemia por deficiência de vitamina podem ser evitadas com uma dieta que inclua uma variedade de vitaminas e nutrientes, como:
  • Ferro: Alimentos ricos em ferro incluem carne bovina e outras carnes, feijões, lentilhas, cereais fortificados com ferro, vegetais folhosos verde-escuros e frutas secas;
  • Folato: Este nutriente, e sua forma sintética de ácido fólico, pode ser encontrado em frutas e sucos de frutas, vegetais folhosos verde-escuros, ervilhas, feijão, amendoim e grãos enriquecidos, como pão, cereais, massas e arroz;
  • Vitamina B-12: Alimentos ricos em vitamina B-12 incluem carne, produtos lácteos e cereais fortificados e produtos de soja;
  • Vitamina C: Alimentos ricos em vitamina C incluem frutas cítricas e sucos, pimentão, brócolis, tomate, melão e morango. Esses itens ajudam a aumentar a absorção de ferro;
  • Suplemente com um Polivitamínico.

Anemia provocada por verminose

Sim, é isso mesmo, a verminose pode levar a pessoa a anemia. A OMS (Organização Mundial de Saúde) estima que uma em cada três pessoas do planeta esteja infectada por algum tipo de verminose que, dentre outras consequências, pode levar a anemia.

Se você está sentindo cansaço ou fatiga severa sem explicações aparentes, o ideal é procurar um médico, para que ele possa fazer um diagnostico dos motivos do que está acontecendo com você. Porém, nem todo cansaço ou fadiga está associado a anemia, tem várias doenças que podem apresentar a fadiga e o cansaço. Conforme oriento, o melhor pra você é procurar um médico.


Compartilhe essa página com seus amigos no Facebook e Twitter
Facebook Twitter