Canela de Velho: Marca Registrada
Como Fazer o Chá das Folhas da Canela de Velho
Canela de Velho:
Como Fazer o Chá das Folhas
O chá das folhas da Canela de Velho (Miconia albicans) tem se revelado muito eficaz no combate das dores articulares em geral provocadas pela artrose. Como fazer e usar corretamente o chá da Canela de Velho? Vamos explicar com detalhes. A Miconia albicans é um poderoso aliado no tratamento natural alternativo da artrose, artrite, coluna e dores articulares em geral. Se você está acometido de alguma dessas sintomatologias, não perca tempo, experimenta tratar-se com o chá das folhas da Canela de Velho e comprove, como muitos já comprovaram com seus depoimentos, a eficácia dos seus resultados.

Chá de Canela de Velho: Como fazer e usar corretamente

Chá de Canela de Velho:
Como fazer e usar corretamente

Canela de Velho (Miconia albicans)

Para o tratamento natural alternativo no combate das dores provocadas pela artrose, artrite, artrite reumatoide, fibromialgia, tendinite, coluna e articulações em geral, recomendamos o uso desse maravilhoso chá das folhas da Canela de Velho. A eficácia do chá da Canela de Velho é comprovado e atestado pelos milhares de depoimentos postados nas redes sociais, no youtube e em diversos sites particulares espalhados pela internet. A fama dessa planta já cruzou as fronteiras do nosso País. A Canela de Velho se consagrou internacionalmente e é citada em vários sites de outros países. Se você sofre de dores articulares não perca tempo, experimenta tratar-se com o chá das folhas da Canela de Velho e comprove como muitos já comprovaram a eficácia dos seus resultados.

Como fazer o chá com as folhas inteiras

Para fazer o chá usando somente folhas inteiras siga as instruções abaixo.
Coloque 1 Litro (1000ml) de água para ferver, após a fervura.
Colocar de 15 a 20 folhas e deixar por 30 segundos em fervura.
Desligar o fogo e tampar o vasilhame e deixar em infusão até esfriar.
Tomar por dia, 1 xícara do chá pela manhã e outra a noite sempre 1 hora após as principais refeições.
Nunca tomar em jejum ou junto com alimentos.
O chá pode ser tomado morno ou até mesmo gelado, mas quando for aplicar na região dolorida sempre morno.
Sempre conservar o chá na geladeira, se vai banhar, sempre amornar antes de aplicar na região afetada com dores.
Nunca deixar por mais de três dias na geladeira. O chá feito deve ser consumido até no máximo três dias.
Banhar a região com dores quantas vezes queira com o chá sempre morno.
Nunca tomar mais de 300ml por dia... Nunca!
Para maiores informações sobre a planta assista o vídeo
 

A Miconia albicans é uma planta natural do Nordeste do Brasil, também conhecida popularmente na Bahia como Canela de Velho. Esta planta, tem se revelado excelente para o tratamento das dores articulares como a artrose. A Canela de Velho apresenta efeitos anti-inflamatório, proteção contra o desenvolvimento da neuropatia dolorosa, anti-nociceptivo (redução da capacidade do cérebro em perceber a dor), inibição da glicação protéica em diabetes. Também é de conhecimento popular seus efeitos contra doenças estomacais, intestinais, das dores articulalares (artrose, artrite).

Milhares de pessoas já se beneficiaram do chá de Canela de Velho para amenizar as dores articulares e crônicas e em muitos casos curado definitivamente. O chá é usado internamente e externamente - toma-se o chá e aplica o próprio chá na localidade afetada. O chá de Canela de Velho agi internamente na corrente sanguínea e externamente aplicado diretamente na localidade afetada pelas dores. A ação anti-inflamatória tem ação eficaz em joelhos inchados - desincha rapidamente acabando com as dores.

Saiba porque o Magnésio é imprecindível ao nosso corpo
Ele é responsável pela distribuição e regulação do Cálcio por todo nosso corpo.
O Magnésio participa em mais de 300 reações em nosso corpo. Saiba mais...
Os benefícios da cúrcuma para nossa saúde
A curcumina extraída da cúrcuma é um poderoso anti-inflamatório e antioxidante. Serve para artrite reumatoide, fibromialgia, previne envelhecimento precoce, doenças cardíacas e cerebrais. Saiba mais...